Terminada a pesquisa de campo foi iniciada a análise de dados propriamente dita. O trabalho foi dividido em duas frentes: análise em planilhas Excel e análise pelo programa SPSS. Esta fase da pesquisa foi realizada pela equipe de pesquisadores/professores e alguns dos pesquisadores de campo que continuaram na pesquisa, agora com bolsas de Iniciação Científica, promovidas pela Univille. Esses bolsistas foram: Ian Pogan e Murilo Ristow Catarina, ambos do curso de História, e Nicolas Marcos e Morgana Demarchi, do Mestrado em Patrimônio Cultural e Sociedade, orientandos de Sandra P.L. C. Guedes.

Inicialmente foram feitos ajustes na nomenclatura da planilha, uniformizando a grafia das palavras e os termos semelhantes como, por exemplo, unindo os dados de um entrevistado que citou “rio Cachoeira” com outro que disse “rio da Beira Rio”, ou acertando a grafia das palavras iguais, como Museu e museu, que apareciam separadas nos gráficos. Posteriormente, houve a necessidade de outros ajustes mais complexos quando a interpretação das respostas foi necessária, já que os entrevistadores escreveram as respostas de várias perguntas da forma como o entrevistado falou. Assim, respostas semelhantes, escritas de maneira diferente, eram tratadas pelo computador como diferentes. Esse trabalho de ajuste foi bastante demorado e feito cuidadosamente, com muita discussão, com a presença dos pesquisadores em laboratório de informática da Univille. Novas planilhas foram construídas, mas tomando o cuidado para não descartar os originais, preservando a linguagem utilizada pelos entrevistados para outras pesquisas onde a quantificação não fosse tão necessária.

Na questão 20, por exemplo, diversos termos tiveram que ser agrupados para que a análise estatística fosse possível, procurando-se agrupar os termos que tivessem incidência menor que 5 em um termo mais geral, conforme a Tabela da Figura. Para fazer esse agrupamento verificamos outros indicadores que nos permitissem escolher com mais segurança qual o termo que mais se assemelhava àquilo que o entrevistado queria dizer como prática social, já que muitos termos não se referiam a práticas, mas a um local. Um exemplo disso pode ser dado pela resposta “mirante”, que foi entendido, para esta resposta, como “Lazer ao ar livre, natureza”.  Essa verificação se deu também nas demais respostas feitas pelo mesmo entrevistado que, na maior parte das vezes, mostraram um direcionamento a ser tomado. Isso explica também a utilização do termo “cultura germânica” que aparece substituindo diversas palavras que poderiam estar em outros agrupamentos se não pudessem ser relacionadas ao conjunto das respostas do entrevistado. Alguns termos, difíceis de agrupar e que apareceram uma única vez, foram deixados na categoria “outros”, como: ciências humanas, dia da consciência negra, empregos, passe livre, saúde, semana farroupilha, televisão e trânsito. Da mesma forma, palavras como “todas” e “várias” foram deixadas como “todas” e “nenhuma” e “não sabe” não foram substituídas.

Figura – Adequação de termos para agrupamento das práticas sociais que deveriam ser preservadas na cidade.

Termos originais Termos de agrupamento
arte indígena Arte
artes Arte
artesanato Arte
artistas Arte
Bordadeiras Arte
Cinema Arte
Exposições (de arte) Arte
Pintura Arte
Trabalhos manuais Arte
Balé Bolshoi Dança
dança Dança
Hip hop Dança
Bicicleta Ciclismo
Ciclovia Ciclismo
Carnaval Festas
Feira Festas
Fenachopp Festas
Festa da cerveja Festas
Festa das Flores Festas
festas Festas
Festival de dança Festas
Festival de música Festas
Caminhadas Lazer ao ar livre, natureza
Meio ambiente Lazer ao ar livre, natureza
Mirante Lazer ao ar livre, natureza
Morro do Finder Lazer ao ar livre, natureza
Natureza Lazer ao ar livre, natureza
Lazer Lazer ao ar livre, natureza
Parques Lazer ao ar livre, natureza
Passeios Lazer ao ar livre, natureza
Praças Lazer ao ar livre, natureza
Turismo Lazer ao ar livre, natureza
Turismo rural Lazer ao ar livre, natureza
Zoobotânico Lazer ao ar livre, natureza
Cultivo de Flores Cultura germânica
cultura Cultura germânica
Cultura alemã Cultura germânica
Cultura germânica Cultura germânica
enxaimel Cultura germânica
Festas alemãs Cultura germânica
flores Cultura germânica
Grupos folclóricos Cultura germânica
história Cultura germânica
Imigrantes Cultura germânica
Linguagem Cultura germânica
palavras Cultura germânica
Práticas culturais Cultura germânica
Valorização étnica Cultura germânica
Cerveja Gastronomia
Culinária Gastronomia
Gastronomia Gastronomia
Maracatu Música
musica Música
música Música
samba Música
Monumentos Lugares de memória
Museus Lugares de memória
Museus e parques Lugares de memória
Rua das Palmeiras Lugares de memória
Comunidades Valores religiosos
Encontro de jovens Valores religiosos
Família Valores religiosos
Religião Valores religiosos

Fonte: Projeto RSPCJ, 2018